Resumo(2018/19)

JVEDDG
60246-13
22006-2
34265398-26
21016-3
10100-0
452988116-44
[Jogos decididos por Moeda ao ar (MA) ou por grandes penalidade (g.p.) são considerados empates]
D

plantel

Guarda Redes
1
13
30 anos
Avançado
14
19
20 anos
44
20 anos
NACIONALIDADES
PaísValor
Holanda
Holanda
14 (51,9%)
Austrália
Austrália
2 (7,4%)
México
México
2 (7,4%)
Nova Zelândia
Nova Zelândia
1 (3,7%)
Brasil
Brasil
1 (3,7%)
Argentina
Argentina
1 (3,7%)
República Checa
República Checa
1 (3,7%)
Uruguai
Uruguai
1 (3,7%)
Curaçau
Curaçau
1 (3,7%)
Alemanha
Alemanha
1 (3,7%)
Espanha
Espanha
1 (3,7%)
Bélgica
Bélgica
1 (3,7%)
Médias
ItemValor
Jogadores27
Média Idade23,69
Média Altura181 cm
Média Peso73 Kg

equipa técnica

Treinador
Outros Técnicos
Treinador Guarda Redes
Coordenador Técnico
Coordenador de Formação
D

Títulos (46)

Competições Internacionais (2)
Competições Nacionais (44)
DADOS GERAIS
D
NomePhilips Sports Vereniging Eindhoven
AlcunhasPhilips, Rood-witten, Red White Army, Boerûh, Boeren, Lampjes, Lempkes
Ano de Fundação1913-08-31
CidadeEindhoven
País
Holanda
Holanda
Associação-
Marca EquipamentoUmbro
PatrocínioEnergie Direct
Equipamento
PSV
Outras Ligações
PresidenteJan Reker
MoradaFredriklaan 10a 5616 NH Eindhoven
Site Oficialhttp://www.psv.nl/
RankingsUEFA: 43 [2018/19]  |  IFFHS: 106 [Maio]
Hino Oficial
/
RAIO X
ESTÁDIO
Philips Stadion
Lotação35000
Medidas105x68
Inauguração1910
Enciclopédia
História
A história do PSV é gloriosa, com conquistas dentro e fora de portas. Ao longo de cem anos, tantos foram os que vestiram a camisola vermelha e branca. Nomes como Waterreus, Stam, Jonk, Zenden, René van de Kerkhof, são incontornáveis, assim como os de van Bommel, Valckx, Cocu, Nilis e de Jong, já para não falar dos inesquecíveis van Nistelrooy, Robben e Ronaldo Nazário de Lima.  Mas pensar no PSV será sempre para recordar os anos 80 e a gloriosa equipa que derrotou o Benfica no desempate por grandes penalidades e conquistou a Europa em Estugarda. Van Breukelen, Gerets, van Aerle, Koeman, Nielsen, Heintze, Linskens, Lerby, Vanenburg, Gilhaus e Kieft, foram os onze heróis dessa noite histórica. Mas curiosamente, talvez nenhum deles terá lugar no pódio do coração dos adeptos do clube. Esses lugares estarão reservados para Willy van de Kerkhof, Ruud Gullit e o brasileiro Romário de Souza Faria.