placardpt
      Livres Sem Barreira
      Márcio Madeira
      2021/07/13
      E8
      Fui jogador do desporto que nos apaixona. Joguei na distrital e na I Liga. Vivi o melhor e o pior. E em todos os momentos senti sempre que expressava melhor as minhas ideias com as mãos do que com os pés. Aqui vou escrever sobre tudo o que importa saber do jogo de forma livre e sem barreiras

      Para falar do João Mário temos que dividir o post em quatro partes.
      Tipo Senhor dos Anéis que ele até tem ares de Gollum.
      Obviamente estão interligadas, mas podem e devem ser dissociadas.
      Vou tentar explicar:

      Parte I.
      A transferência é tudo menos pacífica.
      E clara como água só se for como a Poça da Dona Beija, nos Açores.
      Nos próximos dias acredito que os clubes envolvidos vão falar com exatidão do processo.
      Que é como quem diz “lavar roupa suja”.
      E não queria estar a escrever coisas hoje que amanhã não fazem sentido.
      Como a maior parte das coisas que faço.
      Vou cingir-me apenas àquilo que foi público.
      O Sporting fez uma proposta.
      O Inter não aceitou.
      O João Mário rescindiu.
      E escolheu quem quis e quem o quis.
      Acho que é claro para todos.
      Como disse os pormenores vão ser tornado públicos mais cedo ou mais tarde.
      Fazer juízos de valor sobre o jogador não faço.
      Já existem muitos juízes de valores da internet.
      E explico nas outras partes.

      Parte II.
      Parece-me que o Sporting não quis verdadeiramente João Mário.
      Perdão.
      Parece-me que Rúben Amorim não quis verdadeiramente João Mário.
      A proposta que o clube apresentou ao Inter até podia ter sido aceite.
      Mas depois os Leões não conseguiam chegar aos valores pretendidos pelo jogador.
      Já este ano foi tornado público que esse facto era incomportável.
      E só era possível através do mecanismo de empréstimo.
      Ia ser sempre esse entrave que não iria permitir João Mário de verde e branco de novo.
      João Mário não estava na disposição de baixar o salário.
      Eu também não estou na disposição de baixar o meu.
      Mas ao que vejo vocês não se chateiam muito com isso.
      João Mário tornou claro que queria ficar em Portugal.
      O Sporting entendeu (e bem, na minha opinião) que a progressão enorme de Matheus Nunes e Bragança não deviam ser novamente travadas pela experiência do Campeão Europeu.
      João Mário foi profissional no clube.
      Nem sempre bem amado por todos.
      Mas cumpriu.
      Foi útil e ajudou o seu clube formador a ser Campeão e a ganhar a Taça da Liga.
      Na minha perspetiva com um rendimento muito bom.
      Na minha e na do seu treinador que o utilizou em quase todos os jogos.
      Palhinha era a chama e a força.
      Com o complemento de João Mário que dava classe e elegância ao meio-campo leonino.
      Os dois formaram uma dupla fantástica.
      Amaram a camisola em cada minuto que jogaram.

      Parte III.
      João Mário é profissional de Futebol.
      Não é profissional de um Clube.
      É de vários.
      Como todos nós.
      Agora o tão falado Amor à Camisola.
      Quando os jogadores não fazem uma boa época.
      E os clubes entendem que eles não servem para os projetos.
      Não existe Amor ao Jogador.
      O Tarantini manda-vos um abraço.
      São dispensados.
      Metidos a treinar à parte.
      Emprestados sem o seu consentimento.
      E isto até aos 35 se tiverem sorte.
      Os clubes não querem saber dos jogadores que não rendem.
      E só exigem o tal Amor à Camisola aos outros.
      Eu percebo a emoção e a paixão dos adeptos.
      Não parece mas também sou um.
      Entendo a “traição” que falam.
      Mas é preciso ver o outro lado.
      E eu gosto muito de olhar para todos os lados.
      Porque com o dinheiro dos outros também sou muito romântico.
      E abdico de muitas coisas quando não me tocam nos bolsos.
      Hoje vi apresentadores que mudaram de estação televisiva a condenar o João Mário.
      E não se deve pagar mal naquele meio também.
      Mesmo o comum adepto que troca de emprego por mais 100 euros vem condenar o ato.
      Já sei que me vão falar dos valores díspares.
      Mas o dinheiro não é meu.
      Nem vosso.
      Cada um procura o melhor para si.
      Para a sua família.
      E é legítimo querer ganhar mais, mesmo que já se ganhe muito.

      Parte IV.
      Eu sou admirador confesso da qualidade de João Mário.
      Acho que o Benfica fez uma boa contratação.
      E quando penso em Weigl, Gabriel e Taarabt.
      Acho que o Benfica fez uma excelente contratação.
      O facto de ser Sportinguista não belisca em nada o que pode fazer.
      A história está cheia de bons exemplos.
      O mundo está cheio de bons exemplos.
      O Otamendi manda-vos outro abraço.
      E nós já devíamos olhar para isto de forma diferente.
      Mais natural.
      E com menos ódio.
      E por muita hipocrisia que vá lendo.
      Temos que aceitar que os tempos mudaram e se nos pagarem bem nós também mudamos.
      Hoje em dia ser profissional não é amar a camisola.
      É transpirá-la. 



      Comentários (7)
      Gostaria de comentar? Basta registar-se!
      motivo:
      A hipocrisia não vêm só das bancadas
      2021-07-14 18h29m por batenarede
      São os próprios jogadores que fazem juras de amor á camisola ("o início de uma longa caminhada juntos? "o meu pai sempre me quis neste clube", etc. ), não são os adeptos que fazem juras de amor aos jogadores.
      A hipocrisia não vem só das bancadas.

      Sem o amor a camisola não faz sentido apoiar este ou aquele clube, são 22 gajos atrás de uma bola. O futebol é entretenimento e vive do amor á camisola, não da racionalidade ou da produtividade.
      Não é a mesma coi...ler comentário completo »
      É imaterial para onde ele vai. . .
      2021-07-14 13h41m por rmrfernandes
      . . . exceto que ele venha para Portugal e o Inter não respeite o acordo constante no contrato quando ocorreu a venda.

      Agora cada um lida com o facto dele ir para o rival, pessoalmente, e compreendendo e aceitando todos os argumentos aqui expostos, vou chamar-lhe nomes. . . estou no meu direito enquanto adepto de mandar a racionalidade às malvas!
      Só uma pequena correção. . .
      2021-07-13 20h23m por _Marcos_18
      (. . . ) Vou cingir-me apenas àquilo que foi público.
      O Sporting fez uma proposta.
      O Inter não aceitou.
      O Benfica fez uma proposta.
      O Inter aceitou.
      O Inter fez saber da proposta ao Sporting, pois têm direito de preferência.
      O Sporting igualou a proposta.
      O João Mário rescindiu.
      E escolheu quem quis e quem o quis. (. . . )

      Assim está mais correto, pois a questão toda aqui não é o facto de o JM ter ido para o Benfica. É o facto de ter ido para o Benfica "de graça", após o Sporting ter igualado a proposta de 7. 5M€. . .
      Márcio Madeira
      2021-07-13 19h23m por Lazyfox
      É provavelmente o melhor cronista do Zerozero. Sempre pertinente nos seus pontos de vista.

      Como portista não tenho nada contra mudanças entre clubes rivais. Aliás, sou hostilmente contra essa estupidez medieval de cláusulas "anti-rival".

      Vi Jardel, Oliveira, Zahovic, Drulovic ou Otamendi de cores rivais vestidas, e não é por isso que deixei de estar grato pelas suas passagens no FCP.

      De igual forma como respeitamos e agradecemos os contribu...ler comentário completo »
      CA
      Parabéns Marcio Madeira
      2021-07-13 18h21m por caligiuri2018
      Excelente análise. Sou benfiquista e não sou hipóccrita. Uma pena que muitos sportinguistas só sabem apontar o dedo. Concordo com tudo que escreveste. Mais uma vez parabéns.
      Márcio Madeira
      2021-07-13 17h36m por ReturnoftheEagle
      Ao seu estilo, disse tudo. É um profissional de futebol e não profissional de um clube. Vai para onde bem entender. Neste caso, foi o Benfica que o quis e que pagou melhor. Ele entendeu que ir para o Benfica seria o melhor para ele e para a família e por isso foi. Muitos daqueles que o condenam são uns perfeitos hipócritas que, lá está, trocariam de emprego por mais umas centenas de euros.
      Só não concordo que João Mário seja uma excelente contratação por parte do Benfica, mas ...ler comentário completo »
      [. . . ] -se
      2021-07-13 16h48m por Dimitri8
      [. . . ] -se!!! Muito bom, tão bom como os Lusíadas de Camões.
      Parabéns Márcio Madeira, gostei muito.
      OPINIÕES DO MESMO AUTOR
      É verdade. Parece que o Sporting chegou a acordo com a Estrela de Rúben Amorim. Como a Estrela não tem mãos e é composta essencialmente por hélio e ...
      05-03-2021 16:57E9
      Era não era? O Sporting tinha uma Acuña encravada e não era de agora. Foi o acordo possível. Também sou da opinião que pudesse valer um pouco ...
      15-09-2020 13:00E5
      Estava na altura de escrever sobre o Cavani não estava? Eu ainda evitei durante alguns anos que foi o tempo que isto tem durado. Mas antes de tudo parece-me importante dizer o seguinte....
      27-08-2020 22:03E18
      Opinião
      O Melhor dos Jogos
      Carlos Daniel
      A Coluna é do Silva
      Paulo Silva
      O sítio dos Gverreiros
      António Costa
      O sítio dos Gverreiros
      António Costa
      O Melhor dos Jogos
      Carlos Daniel
      Livres Sem Barreira
      Márcio Madeira